Miopia

tumblr_lqp6hjSrj01qdzcw4o1_500

Abriu os olhos pela primeira vez. Não podia acreditar no mundo que via e se abria.
Tudo era tão brilhante e vivo.
Parecia-lhe que por fim vivia. Respirar não bastava. Não mais.
Tinha plena consciência de que não poderia retomar o passado.
Este que outrora fora tão vil, congelante e paralisante.
Não tremeria.
Agora se sentisse frio, aqueceria.
Era revigorante ter conhecimento de que não dependia de ninguém, nem ao menos para auxiliar-lhe.
Por direito e por merecimento, a vida era inteiramente sua.
Faria o que bem lhe desejasse.
E assim permaneceu por um bom tempo.
Até que em um belo dia, de tanto admirar a sua volta, tropeçou.
Lembrou-lhe daquela época sórdida.
Ao tropeçar no buraco, verificou que na sua queda machucou-se.
A partir daquele momento, parou de enxergar.
Na verdade, somente voltara a ver vultos e isso lhe assustou.
O medo tomou-lhe conta
, a escuridão retornara, finalmente.
Todavia, era diferente, apenas observava um clarão cegante tanto quanto anteriormente.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Contos

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s