1999

320499_10150443873356204_1555446913_n

Todo mundo tem um ano inesquecível. Aquele ano em que se tivesse que voltar no tempo, o escolheria imediatamente.
Sabe aquele ano que até mesmo as falhas e os erros seriam cometidos novamente?
Pois é.
O meu ano memorável foi 1999. Um dos anos mais marcantes.
Talvez pelo fato de tanto eu quanto meus amigos sentirmos a energia proporcionada e aproveitado cada instante.
Verdade seja escrita: aprontei muito conscientemente – cada esquema que armei naquele ano (códigos nos bilhetinhos, festas, cinemas, idas ao shopping no final de semana). Ri muito. Hoje, quando relembro, aparece um sorriso estampado no meu rosto.
Descobri que tinha cabelo enrolado (pasmem: já sofri muito com a questão cabelística), foi ano em que comecei minha obsessão por cremes (já tinha inúmeros produtos, se vissem meu armário hoje perceberiam o aumento inacreditável, pois é), era maníaca por lápis branco nos olhos (minha primeira maquiagem que guardo como recordação, não consigo me desfazer), aumento gradativo dos brincos de argola prata, fã de seriados (Dawson´s, Party of Five, Ally eram meus preferidos), aguardar ansiosamente sexta-feira para ler Capricho e fazer todos os testes possíveis.
Eu era talifã de todas as boy bands possíveis (por isso acredito que se fosse adolescente agora também curtiria o Justin Bieber, devido aos meus gostos musicais do passado), passei por uma fase sofrível de cor-de-rosa.
Caro (a) leitor(a), faço a mea culpa para confessar que sim, eu fui vítima da febre cor-de-rosa. Para quem não sabe, a febre cor-de-rosa, geralmente, acomete menininhas que tem uma compulsão por uso demasiado de rosa, em especial rosa shock, só usam rosa basicamente. E para alguém que tem os dois pés na peruice (que é o meu caso), volta a sofrer deste mal na adolescência.
Ainda bem que superei esta fase de viver trabalhada no rosa, principalmente usava saias nos joelhos rosa. Imaginem o quanto bizarro era.
Diante de todo o exposto, só quem viveu esta mágica época comigo sabe com exatidão o que eu tentei desarticuladamente explicitar a importância deste ano.
Podem dizer o que quiseram, todavia, para mim, 1999 foi o ano mágico! 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Contos, Cultura e Entretenimento

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s