Coração de bandeja

842987_594392170587439_654506163_o

Nunca confessarei o quanto sinto sua falta.
Não sei como você sintoniza meu coração e as minhas intenções, porque você perfeitamente quando eu estou quase te esquecendo. Daí, lá vem você, aparecendo e bagunçando a minha vida.
Este seu radar é incrivelmente perspicaz.
Tento me afastar, mas, você está tão presente em minha estória que não consigo evitar.
Tem horas e dias que canso desta rotina toda de sumiços, ciuminhos bobos, infantilidades.
Você não é lindo, nem maravilhoso, legal, parceiro ou gentil quanto eu gostaria. Não obstante, é por você quem eu penso ou quero contar tudo.
Detesto me sentir assim.
Por muito tempo, me abstive de ciúmes por ninguém.
Contudo, você, de algum modo inexplicável para mim, consegue tocar naquele botão que tento ineficientemente desligar.
Desligar ou te deletar é o que deveria fazer, porém, estou tão acostumada e acomodada a isto que paraliso e me nego.
Igualmente, me nego a abrir meu coração, pois, afinal você já o tem de bandeja.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Divagações, Romance

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s