Resoluções

tumblr_m8i8xh8cbw1r7hwmpo1_500

Final de ano e começa aquela ladainha de resoluções para o próximo ano, se muitos forem como eu, sempre enumeram sem fim as mesmas vontades que nunca serão cumpridas até serem novamente incluídas no ano subsequente.
Só que este ano, optei por inovar: não fazer resoluções nada realistas.
Estabeleci metas a serem cumpridas: ler todos os livros que estão na minha cabeceira e no armário (contei – tenho mais de vinte livros esperando serem lidos: este ano fui muito negligente com a minha leitura); ter mais tempo para lazer (ir ao cinema ou simplesmente um “dolce far niente” mensal);  viajar mais (inclusive para visitar amigos distantes); estar mais presente aos meus amigos que ainda meio relapsa; cuidar mais de mim (que andei relaxando um pouco); voltar finalmente para o Italiano; gastar menos (minha conta bancária agradece! Comprar só o necessário, pois tenho mais do que suficiente. Ainda mantive a compra do meu triondas como único objeto de desejo não adquirido este ano); trabalhar meu lado espiritual que devassado; participar de um projeto voluntário; trocar minha câmera digital, meu laptop e meu mp4; e por fim, melhorar meus rumos profissionais.
Acredito que são coisas plausíveis de serem realizadas.
Ah, com absoluta certeza (o pleonasmo aqui é necessário para destacar minha ênfase), minha psicóloga, já está levantando a sobrancelha  esquerda e se perguntando: “e quanto às resoluções amorosas Dona Amanda? Por que não foram incluídas?”. Se estivesse na análise, não me permitiria mudar de assunto, responderia que: “Quanto ao amor, estou trabalhando as minhas neuras que não são poucas, fazendo o possível, para esbarrar com ele por aí e tentando evitar as escolhas vacilantes do passado.”
Não dizem que a vida é a arte do encontro?! Pois então uma hora quando estiver pronta eu esbarro com ele por aí, talvez, seja este meu falho defeito no qual é uma luta constante contra comigo mesma. Não me permito desistir para ser considerada a perdedora a qual muitos torcem pela derrota. Já perdi muitos rounds, mas jamais a batalha. 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Divagações, Pessoal

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s