Aqueles que te desejam “se cuide”

tumblr_m5m3yzT2PQ1rs96teo1_250

Pensei muito em publicar este texto, mas como ele está me perturbando é melhor publicar e deixar para trás.
E hoje para completar me deparei com frase da Clarice Lispector: ‎”Palavras até me conquistam temporariamente, mas atitudes me ganham ou me perdem para sempre.”
Diante de todas as dicas, não teve como não publicar. 

Todo mundo tem um rolo mal resolvido, no mínimo, no qual sempre rola flertes e codificações específicas a ele somente inteligíveis aos receptores.
Nossa, como me irrita esta inércia paralisante, sabe?!
(Até já escrevi em outro texto.)
Não obstante, diante do estresse dos últimos dias resolvi explicitar melhor.
Esta mensagem subliminar de quando você me deseja que “eu me cuide” ou  “crie juízo” (tenho um imediato monólogo mental pensando no quanto isto é contraditório visto suas “inatitudes” ou comportamentos reprováveis).
Se você tivesse noção do que o meu juízo me aconselha a fazer, certamente, não me desejaria isso uma vez que ele berra no meu interior para me desapegar de você, te deletar e dar uma chance para aquele rapaz mais interessante, charmoso, carismático que adora dançar.
Ou ainda, deveria ao menos, sossegar o seu coração afirmando que tenho seguido às riscas os seus conselhos e me cuidando: saindo e conhecendo gente nova, como aquele cara, carioca (minha perdição, por sinal), lutador de vale-tudo com um corpo escultural enquanto você (que só paga a mensalidade da academia e raramente frequenta). Está certo de que ele não é o mais culto, porém, fique tranquilo que o meu interesse nele não diz respeito a isto, se bem que ele é bem charmoso quando  tenta instigar minha inteligência com assuntos e troca as informações, mas a verdade seja dita é que nem me importo.
Se eu quiser filosofar ou discutir a hermenêutica dos mais diversos temas não me faltam amigos para debater.
Também deveria te tranquilizar afirmando que tenho me cuidado muito quando você é insuportavelmente arrogante comigo, te coloco em uma geladeira imaginária a qual você permanece até minha raiva de você passar e neste meio tempo te substituto de melhor amigo de todos com aquele outro melhor amigo meu, aquele que você morre de ciúmes e brigou, não fala dele nem sob tortura.
Outro defeito seu é essa sua infantilidade e como nossa relação é pautada, não adianta – maturidade não é o nosso forte, estamos fadados a nos comportar como se ainda tivéssemos 13 anos ou quando tentamos ser um pouco adultos, no máximo, chegamos aos 18 anos, não passamos disso.
Sempre me cuidei e isso é intolerável para você que tenta sempre arrancar de mim que eu peça para você cuidar de mim, mas sinto muito, sou gata escaldada demais para deixar minhas fragilidades a mostra até para você depois partir como marinheiro de porto a porto sem destino fixo.
Ah, por fim, esta mensagem subliminar de “se cuide” não é compatível com o meu sistema de interpretação haja vista que inexiste significado correspondente no meu dicionário, da próxima vez, diga o que sente, sob pena de estar fadado sempre a ser rotulado como amigo e estar ciente ao vácuo do arrependimento das coisas exclusivamente desejadas enquanto eu me cuido por aí.
Para vocês, “se cuidem”! 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura e Entretenimento, Divagações, Romance

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s