Cansa a minha beleza

tumblr_mi4fm1zVFv1rimsqro1_500

Busco escrever quando alguma inspiração acontece.
Pela primeira vez, encontrei dificuldade em tecer minha opinião sobre um tema.
Nos últimos tempos, tenho visto e lido inúmeros debates sobre relacionamentos e o que é amar.
No cd que está “on repeat” no meu carro, escutei algo que o Caetano Veloso falou durante a música “Sozinho”: “desisti mas não resisti”. Este trecho me marcou porque tenho encontrado muitos relacionamentos enrolados sem concluir o seu desfecho por todos os lados. Todos tem desistido de uma relação, mas não resistem quando o desistido bate à porta. Já repararam?
Por quê?
Poderia citar infinitas razões para isto ocorrer, como por exemplo, o hábito e o costume, apego à rotina, sem surpresas ou novidades que ironicamente são os mesmos motivos para o término.
Dei um conselho a alguém recentemente sobre sugar a sua energia ou “cansar a minha beleza”, como eu digo. São sempre as mesmas queixas e reclamações sobre o namoro.
Ninguém quer definitivamente confessar o quanto gosta da companhia do parceiro(a) e prefere sofrer sozinha(o) enquanto se cuida por aí.
Tanto cuidado criou muros transparentes e intransponíveis nos quais é preferível permanecer só do que admitir um relacionamento.
Por isso, qualquer discussão no relacionamento cansa a minha beleza. Não obstante apesar de desistir, não resisto ao seu charme. 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Divagações, Romance

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s