Desenvolturas em série da garota do rímel borrado: sorte

m
Pensar em príncipe encantado é querer acabar com quase todas as suas chances de encontrar alguém real. A realidade desbanca qualquer expectativa ilusória.
Não é fácil conviver com o outro que não corresponde ao ideal. Todos temos defeitos.
Tentar viver com o manual de conveniências ditadas socialmente não ajuda em nada.
“As regras nasceram para serem quebradas”, me recordaram ontem disso.
Quando supõem na felicidade de um casal que parece ter saído de uma estória de novela. Pura ficção.
Os agouradores torcem pelo trágico rompimento, em especial de uma traição de arrebatar quarteirões.
Ao passo que os utópicos suspiram com a perfeição exalada dos enamorados. Ninguém quer enxergar a dureza do cotidiano, o extasiante convívio diário, o mau humor dele, a imaturidade dela.
Dificilmente é possível manter o ritmo, sempre há uma pressão de seguir adiante numa frenética prova atlética na qual as etapas devem superar a outra com performances surpreendentes de demonstração de amor.
O afeto não pode ser comprado – para quem ainda é sonhador.  Na verdade, ele é conquistado, podendo ser perdido a qualquer instante.
Há quem diga que se trata de sorte.
E para tornar-se uma vencedora nos dias atuais ganha quem banca a ingênua, finge uma donzela em perigo a ser salva, demonstra menos interesse, se veste expondo o máximo ao corpo, não come besteiras (junkie food, carne, carboidratos), não bebe, não fuma, não diz o que pensa, ri de tudo, concordar com tudo, está disponível 24 horas, cuida da aparência sem parecer ser fútil e a lista só aumenta. 
Sorte??? Que nada! O trabalho é redobrado e na maioria das vezes nem recompensa tanto assim se quer saber.
Quem insiste na cartilha de como agradar um homem continuará perdida na selva da solteirice, pois enquanto não relaxar e saber dar o seu valor para quem merece aproveitar a sua companhia, sinto-lhe informar que continuará a arriscar a sorte e falhar.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Contos, Divagações, Romance

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s