O Pacto

daphne-groeneveld-by-paola-kudacki-for-flair-february-2013-3

Novamente, decepciona-se. Desta vez, era pior. Era um descontentamento consigo.
Tinha quebrado tantas promessas com os outros, mas nunca as suas autopromessas. Era a primeira vez. 
Não sabia exatamente como lidar. 
Demorou até encarar a realidade que tudo pelo qual lutava, chegou ao fim. Fracassou. Não havia dúvidas. Apenas indagava-se sobre a possibilidade de aventar uma segunda tentativa ou simplesmente desistiria. 
Ainda não saberia ao certo o que faria, somente que tinha a certeza de que faria algo. 
Por enquanto, deixavam as lágrimas borrar a maquiagem. Era necessário limpar a alma enquanto ouvia sua música favorita. Entre tantas repetições, mais cedo ou mais tarde, ela voltaria a dançá-la eventualmente e aí saberia o que deveria tentar.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Contos, Divagações

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s