A despedida


IMG_9806

Eu não te disse adeus. Espero que você compreenda. Sou radical nas minhas decisões.

Preciso focar naquilo que for melhor para mim adiante.
Estamos em caminhos opostos, mas sem querer, as rotas cruzam-se e tornam-se paralelas. “A gente sempre se esbarra”.
Deveria ter me expressado melhor. Mais eloquentemente. Ser direta.
Não pude. Não encontrei a porta aberta. Nada foi como gostaria. 
Gostaria de dizer aberta e francamente de tudo. Todo carinho. Todo afeto. Toda mágoa. Toda decepção.
Apesar de você ter me visto por detrás do espelho da perfeição que eu crio – eu não gosto sinceramente nem um pouco daquela imagem (sempre me imaginei um monstro asqueroso).
Não falei nada pessoalmente porque sabia não ser capaz.
Por você, eu não desistiria. Lutei muito por tanto tempo. Só tenho observado uma piora constante. Contudo, meu lado egoísta não me deixa desistir de mim. Pelo  menos, por uma parcela de meus planos. 
E se um dia, por coincidências do destino, houver outro esbarrão – o que a vida mostrou ser extremamente provável, saiba que eu abandonei tudo por cansaço de esperar mudanças.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Divagações, Pessoal

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s